[CHIQUE É SER MALDiTO]

– da rosa e seus nomes […]

Posted in -DRAMA by Bruno F. Duarte on novembro 8, 2007

Ele chora palavras,
debulha sonetos.
Na garganta ao invez de nós
há tercetos.
Urra versos.
Grita poesia.
Num lenço de lágrimas
torce sofia.
Do que importa minha rima,
Me perdoe a métrica.
Me beija odes,
Escarra poética.
Ser literário,
Pessoa em pessoa.
Ele poeta,
eu
[…]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: