[CHIQUE É SER MALDiTO]

– as mulheres negras independentes

Posted in -Sobre by Bruno F. Duarte on agosto 18, 2008

As mulheres negras independentes me surpreendem e fazem eu me espantar comigo mesmo as mulheres negras independentes. As mulheres negras independentes me fazem tremer e mostrar os dentes as mulheres negras independentes. As mulheres negras independentes enchem meus cadernos em branco, e o cinza fosco do meu lápis agora se faz platino, reluzente, fúlgido e todos os outros adjetivos equidistantes no admirável potencial intelectual dela. Ela – a mulher negra independente. Ela adentra e minha máscara cult cai. Ela mulher negra independente. Não me contenho, não me suporto, é poesia demais. É Demasiadamente. Às mulheres negras independentes toda minha dor às mulheres negras independentes. Por isso a minha cor às mulheres negras independentes. Por isso o meu sangue. Por isso minhas palavras que se embolam, tropeçando, vermelhas, coradas, envergonhadas, que mostram suas pernas costuradas, desavergonhadas. Por isso minha timidez. Por isso eu digo entre nuances de um rubor mal resolvido: todo meu amor às mulheres negras independentes. Ela é demasiadamente uma mulher negra independente.

Anúncios
Tagged with:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: