[CHIQUE É SER MALDiTO]

– roda

Posted in -MALditas by Bruno F. Duarte on abril 1, 2009

Eu que via nessa outra vida a minha
Sentia suas dores, contrabandiei seus vícios
[marca do cigarro, divã, coca-cola]
e supunha
tudo ser vice
tudo ser verso

roda!

E outra pessoa vive o reflexo
de um espelho vazio, sem fundo,
partido – que quem ama só enxerga inteiro
porque enxerga a si próprio.
Alguém me disse uma vez:

“Aquele que ama é mais afortunado do que
o ser amado, pois dentro dele habita um deus.”

Sem demagogia, por favor.
O amor é risco,
humanos não têm sete vidas.

Anúncios

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. gustavo said, on abril 16, 2009 at 11:14 pm

    oh joven poeta que esgrimes con palabras el amor!!!
    si, el amor es riesgo pero xica no tiene miedo a eso, se entrega entera sin medir consecuencias. y sabe que tenemos mas de una vida, yo diria que cada amor lo confirma. AMEMOS ANTES DE QUE SE ACABE!!!

  2. Magalice said, on abril 12, 2009 at 1:44 pm

    Volte a escrever pelo amor de deus… eu preciiiiiiiiiiiiiso!

  3. Magalice said, on abril 6, 2009 at 3:36 pm

    Não me sinto um deus por amar alguém. Pelo contrário. Depois de ter entregue o meu coração e declarado todo meu amor, estou me sentindo ridícula.
    Ainda bem que vc está comigo.
    Te amo!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: